pirenopolis_capa

Pirenópolis é um paraíso no coração do país!

Pirenópolis (ou Piri, para os íntimos) é um dos primeiros municípios do estado de Goiás que foi tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), em 1988. Seu nome significa “Cidade dos Pirineus”, nome dado a Serra que circunda a cidade pelos colonizadores Espanhóis. Eles a batizaram assim em alusão a Serra dos Pirineus, que fica na divisa da Espanha com a França.

Pirenópolis foi um importante centro urbano nos séculos XVIII e XIX, com mineração de ouro, comércio e agricultura, em especial a produção de algodão. Ficou isolada durante grande parte do século XX e redescoberta na década de 1970 com a construção de Brasília.

Hoje, Pirenópolis é famosa pelo turismo, gastronomia, artesanato e pela produção de quartzito, a Pedra de Pirenópolis.  Além disso, possui um Centro Histórico com casarões e igrejas do século XVIII e prédios no estilo colonial e neoclássico, todos preservados e bem cuidados.

rua_do_lazer

A Rua do Lazer é hoje um atrativo consagrado de Pirenópolis. Uma quadra histórica com vários restaurantes e bares, instalados em casas coloniais. Há quem venha à Pirenópolis apenas para curtir a Rua do Lazer, sua noite e seus agitos.

igreja_matriz

Construída entre 1728 e 1732, a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário (Igreja Matriz), é considerada o maior e mais antigo monumento histórico de Goiás. Tombada em 1941, como patrimônio nacional, somente em 1997 passou por uma restauração significativa.

cachoeira

Situada aos pés da Serra dos Pireneus, Pirenópolis é agraciada por uma natureza exuberante, onde morros cobertos do mais puro cerrado despejam inúmeras cachoeiras em locais de beleza estonteante.